Xtratime Community banner

1 - 2 of 2 Posts

·
Registered
Joined
·
36,665 Posts
Discussion Starter #1


His name was Domingos António da Silva but everybody knew him as Mascarenhas. Born in Angola, on 28 April 1937, he arrived in Portugal to play for Benfica but soon moved to Barreirense where he played three seasons. It was however at Sporting that he became famous as a great goalscoring forward, during the three seasons he spent in Alvalade, from 1962 to 1965.

He arrived at our club in July 1962, scoring on his debut the winning goal against Racing Strasbourg, in a Summer tournament. In total, he scored 80 goals in the 107 matches he played with the lion crest (48 goals in 59 official matches), having won the Cup Winners' Cup (and also a Portuguese Cup) in 1963/64. In that glorious campaign he scored 11 goals in 11 matches, still holding today the record of more goals in a single match of UEFA European cup competitions - 6, in the 16-1 win over APOEL Nicosia.

After leaving football he kept his connection with Sporting (he still played for Barreirense, CUF, Peniche and Riopele), not only through the inumerous hommages he received but also as a club official. He was described by those that knew him well as a kind gentleman, a great sportinguista that left an unforgettable mark in the club.

Mascarenhas passed away yesterday. RIP.


 

·
Registered
Joined
·
36,665 Posts
Discussion Starter #2
Sporting de luto por Mascarenhas
by Pedro Marques in UEFA.com
Quarta-feira, 26 de Agosto de 2015


O Sporting está de luto pela morte de Mascarenhas, membro da equipa que conquistou a Taça das Taças em 1963/64 e recordista de golos num só jogo nas provas de clubes da UEFA.

------------------

Faleceu esta terça-feira Mascarenhas, aos 78 anos de idade, que com os seis golos marcados pelo Sporting CP frente ao APOEL na caminhada rumo à conquista da Taça dos Vencedores das Taças de 1963/64 fixou o recorde de tentos num só jogo provas europeias masculinas de clubes que ainda hoje subsiste.

Nascido em Angola, a 28 de Abril de 1937, Domingos António da Silva, conhecido como Mascarenhas, chegou a Portugal no início da temporada de 1958/59 para representar o "eterno rival" do Sporting, o SL Benfica, mas deixou as "águias" ao fim de apenas uma época para rumar ao FC Barreirense. Aí permaneceu três anos, antes de se mudar para o Sporting, em Julho de 1962, marcando 21 golos em 19 jogos na sua temporada com a camisola dos "leões", um deles no triunfo sobre o Vitória SC na final da Taça de Portugal.

Esse êxito garantiu lugar ao Sporting na Taça dos Vencedores das Taças de 1963/64, a qual a turma "verde-e-branca" acabou por conquistar com um contributo significativo de Mascarenhas, autor de 11 golos nessa bem-sucedida campanha europeia. Inaugurou o marcador na final de Bruxelas frente ao MTK Budapest, a qual terminou com um empate 3-3 e o Sporting acabaria depois por vencer a formação húngara, por 1-0, na finalíssima, em Antuérpia, erguendo assim aquele que continua a ser até hoje o seu único troféu europeu.

Seis desses 11 golos foram apontados num só jogo, na vitória - também ela ainda hoje recorde - por 16-1 sobre o APOEL na primeira mão da primeira eliminatória. Sobre esse encontro, Mascarenhas afirmou certa vez: "Nesse dia marquei golos de todas as formas: de pé direito, de pé esquerdo, de cabeça... até com a barriga marquei! Foi, sem dúvida, a minha noite."

Mascarenhas, que nunca chegou a internacional, deixou o Sporting em 1965 depois de marcar 80 golos em 107 jogos pelo clube (48 golos em 59 jogos oficiais). Voltou ao Barreirense e representou depois a CUF, o Peniche e o Riopele antes de pendurar as chuteiras.

No seu "site" oficial, o Sporting, no qual Mascarenhas voltou a trabalhar depois do adeus ao futebol, pode ler-se: "Partiu um Homem bom. Era descrito como um homem afável, amigo do seu amigo. Sportinguista, grande conhecedor da história que ele próprio ajudou a construir."

http://pt.uefa.org/about-uefa/history/obituaries/newsid=2274803.html
 
1 - 2 of 2 Posts
Top