Xtratime Community banner

1 - 2 of 2 Posts

·
Registered
Joined
·
36,665 Posts
Discussion Starter #1
2008/09 Portuguese League - Liga Sagres
Round 7

Saturday, 1 November 2008 - 21:00 local time
Estádio dos Arcos, Vila do Conde (3,500 att.)
Ref: Jorge Sousa (AF Porto)


Rio Ave 0-1 SPORTING
(Liedson 40')

SPORTING
Rui Patrício (7)
Pedro Silva (6) - Caneira (6) - Polga (6) - Grimi (6)
Rochemback (6)
João Moutinho (6) - Izmailov (6)
[Pereirinha (-) 90'+3']
Romagnoli (5) [Miguel Veloso (5) 60']
Liedson (7) - Derlei (3)

Subs not used: Ricardo Batista, Abel, Daniel Carriço, Yannick Djaló, Hélder Postiga.
Coach: Paulo Bento

***

Rio Ave
Paiva (7)
Miguel Lopes (7) - Gaspar (7) - Bruno Mendes (2) - Sílvio (5)
André Vilas Boas (4) [Tarantini (2) 69']
Niquinha (5) [Mateus (2) 75'] - Livramento (6) - Evandro (5)
Semedo (4) [Ronaldo (3) 73''] - Chidi (5)

Subs not used: César, Bruno Novo, Jorge Humberto, Vítor Gomes.
Coach: João Eusébio

--------------------------------------------------------------
Booked:
Livramento (RAFC 36'), Pedro Silva (SCP 59'),
Derlei (SCP 77'+78'), João Moutinho (SCP 90'+4').
Sent Off:
Derlei (SCP 78').
--------------------------------------------------------------
Player ratings (1 to 10) by O Jogo

*******

Mais uma na conta do... 31
by Jean-Paul Lares in O Jogo, 02.11.2008

Depois de duas derrotas - ante Benfica e FC Porto - e um empate - em Paços de Ferreira -, o Sporting regressou finalmente aos triunfos na Liga Sagres com uma justa vitória no terreno do Rio Ave. O início deste parágrafo nada tem de extraordinário, mas, para perceber o que sucedeu ontem em Vila do Conde, é necessário registar e destacar o papel de Liedson que, sozinho, foi capaz de desequilibrar uma balança teimosamente nivelada até ao minuto 41.

Se, por vezes, se torna praticamente impossível traduzir em números o papel desempenhado por um jogador, o avançado leonino teima em quantificar a sua importância para o emblema verde e branco: 150 jogos no Campeonato, 120 golos no total e, ontem... mais três pontos. É claro que o esforço colectivo e o empenho dos seus companheiros foi essencial na construção deste resultado, mas poucos jogos terão um atleta tão exclusivamente ligado ao seu desfecho como este. É que, até ao momento da sua intervenção decisiva, e apesar de mais determinado na pressão da zona da bola e mais incisivo na transição ofensiva, o Sporting continuava a revelar dificuldades no último terço do terreno, sem encontrar expediente para penetrar a excelente organização da formação anfitriã.

Temiam os sportinguistas nova hora e meia sem ideias quando o 31 tomou em mãos a responsabilidade de produzir, sozinho, o que a equipa parecia incapaz de alcançar, num lance de mérito exclusivo: começou por roubar a bola a Bruno Mendes, correu à frente da defesa contrária, até encontrar Paiva, e rematou para o golo, sem apelo nem agravo.

O golo concedeu tranquilidade aos homens de Paulo Bento e, depois de uma briosa e consistente reacção do Rio Ave, no início do segundo tempo, bastou ao técnico leonino proceder a uma alteração - Miguel Veloso entrou para o lugar de Romagnoli - para que a sua equipa assumisse total controlo das operações.

Nesse período, com João Moutinho no lugar de médio-ofensivo, os leões foram mesmo capazes de recuperar uma alegria e uma velocidade nas movimentações atacantes que parecia esquecida. Nesse período, os visitantes foram claramente superiores, chegaram com facilidade à baliza contrária e só as más decisões do árbitro assistente impediram que a vantagem crescesse.

Quando nada o fazia prever, a vitória ainda chegou a ser posta em causa, fruto de um incompreensível descontrolo emocional de Derlei, que foi expulso depois de "pedir" dois cartões amarelos num só minuto. Regressaram, então, alguns dos sintomas de intranquilidade, até porque o Rio Ave aproveitou a superioridade numérica para tomar conta da bola - e do jogo -, na tentativa de chegar ao empate.

O Sporting consegue, porém, aproveitar o deslize do FC Porto e tem razões para estar satisfeito, sobretudo porque o triunfo foi alcançado ante um oponente com indiscutível valor. O Rio Ave de João Eusébio merece essa distinção.

***


A Estrela:
:star: Liedson :star:

Primeiro golinho na Sagres resolveu a sede de vitórias

Desde que a Liga nesta temporada se passou a designar Sagres, Liedson ainda não havia facturado... até ontem. Com o seu 82º (!) tento no Campeonato, o 31 resolveu uma vez mais, como havia feito na Taça de Portugal (em Leiria) e na Champions (em Donetsk). Um perigo à solta, Liedshow havia farejado o golo aos minutos 27' e 38' - a cruzamentos de Grimi -, mas aos 41' lá fez das suas. Roubou a bola a Bruno Mendes perto da linha divisória, galgou metros e, ao ser apertado pelos defesa contrários e encarar Paiva, fez o resto: 0-1 e Sporting de volta às vitórias.

 

·
Registered
Joined
·
62,100 Posts
Very touch place to win, and you guys did it.

Congrats, great result.

O ratinho resolve mais uma vez. :groan:
 
1 - 2 of 2 Posts
Top